03/06/2018

Nova caminhada, no Vale de Santarém, em 16 de Junho

Após a bem sucedida realização de dia 20 de Maio, em que tivemos mais de 70 caminheiros, com pessoas de todas as idades, vamos voltar aos campos fronteiros ao nosso Vale de Santarém, para proporcionar nova caminhada em ambiente de Natureza, que é o nosso principal objectivo.

Esta caminhada terá início no jardim da urbanização da Quinta da Mota, junto ao café Caso Pensado, na vila de Vale de Santarém. Pede-se comparência e inscrição no local a partir das 8H30. O início da caminhada é às 9 horas - cartaz, abaixo.

Vamos caminhar em direcção à muito antiga ponte do Vale, sobre o rio Maior, também chamado de vala de Asseca ou vala real de Azambuja, passando antes pela histórica quinta de Santo António. 

Depois de atravessarmos o rio na ponte do Vale, seguiremos pela estrada do campo, que liga o Vale a Porto de Muge, mas muito antes desviamos para a direita e havemos de andar junto à também histórica Quinta da Fonte Bela. 

Vamos depois tomar o caminho da longa "estrada dos marmeleiros", por entre vinhedos e outras culturas, passando por antigas quintas, com regresso ao ponto de partida, após 10 km de marcha.

Não somos organizadores de caminhadas, somente. Fazemo-lo para proporcionar os benefícios de uma actividade ao ar livre, mas também com o objectivo de ajudar a sentir e a conhecer a importância do ambiente de Natureza, para a dar a conhecer. Quem não a conhece, quem com ela não contacta (mas realmente) está mais longe de a compreender e de ajudar na sua protecção e preservação. 

Os tempos que correm são bem elucidativos dos males que, sobretudo os humanos, têm provocado ao nosso planeta, por desrespeitarem as suas regras, o seu sistema próprio, que todos os dias, sem parança, está a ser destruído, com os graves riscos que os especialistas e muitos outros não se cansam de mencionar.

É nesta perspectiva que realizamos mais esta caminhada, certos de que, desta forma, contribuímos para o nosso objectivo, que deve ser universal, de 

DEFESA E PROTECÇÃO DO MEIO AMBIENTE. NECESSÁRIO. URGENTE. 


A Coordenação do Movimento Ecologista do Vale de Santarém.

Alfredo Lobato, Carlos Jorge Calheiros, Carlos Vieira, Francisco Ferreira, Manuel Sá, Pedro Adriano, 
Virgílio Pereira.






Sem comentários:

Enviar um comentário