19/03/2015

PLANTAÇÃO DE ÁRVORES NAS MARGENS DO RIBEIRO DO VALE DE SANTARÉM. FOI NO DIA 14 DE MARÇO.

No âmbito de um programa da Câmara Municipal de Santarém, denominado "Reabilitar Troço a Troço", decorreu no passado dia 14 de Março (sábado) uma plantação de árvores nas margens do ribeiro que atravessa o Vale de Santarém, conhecido, conforme o local, por rio das Patas-rio de Cima-rio da Quinta-rio dos Loureiros-rio da Elóia-rio da Cabine-rio da Mari Elvira-rio das Guiomares... até à foz, no rio Maior. 

A anteceder a acção no terreno houve uma sessão na Sro V. Santarém, na qual a vereadora da C.M.S. com o pelouro do Ambiente, Dra. Inês Barroso, falou sobre o programa, após o que o presidente da Junta de Freguesia do Vale de Santarém, Manuel João Custódio também usou da palavra, salientando, entre outros aspectos, esperar maior afluência de participantes. Esta parte continuou com uma apresentação informativa, por parte de membros do corpo técnico da C.M.S.


A terminar a sessão na Sociedade Recreativa Operária, pela parte do Movimento Ecologista foi salientada a importância destas medidas, tendo também sido dito que há duas situações graves no Vale de Santarém: 



  1. A situação de poluição do rio Maior/Vala, que se mantém há dezenas de anos, motivada por danos causados por suinicultoras, por fábricas (em particular a fábrica de tomate de S. João da Ribeira) e também a ETAR de Santarém, todas descarregando efluentes não tratados nos afluentes do rio Maior e também directamente no próprio rio ; 
  2. A situação de degradação do Pinheiro das Areias, que exige medidas concretas e urgentes, sob pena de caminhar rapidamente para o seu fim. 
Sobre estes dois assuntos informou a vereadora que estão a ser estudadas medidas, as quais serão anunciadas oportunamente.  

De seguida passou-se à plantação das árvores, iniciando-se a tarefa nas proximidades do Jardim Público, onde foram colocadas 45 árvores, tendo depois continuação nas proximidades da Urbanização Nova - antigas hortas das Guiomares, onde houve a participação de alunos da A.P.P.A.C.D.M. 


O Movimento Ecologista participou nesta acção, assim como outras associações do Vale de Santarém, que foram igualmente convidadas. É nosso entendimento que importará assegurar, futuramente, uma divulgação atempada e adequada de acções deste tipo, nomeadamente promovendo a participação de crianças e jovens (para além de população adulta, obviamente) dado ser imperioso começar a facultar aos mais novos conceitos e práticas nesta área crucial da vida: a protecção da água, da floresta, da natureza.


Pela nossa parte, dado que estamos em conversações com escolas (Escola Básica do Vale de Santarém e CES-Fonte Boa) temos intenção de sugerir que as árvores agora plantadas sejam "apadrinhadas" por alunos dessas escolas, promovendo assim uma primeira ligação com a acção realizada, apesar de ocorrer após a plantação.


A finalizar: o vídeo que apresentamos (clicar no link abaixo) é uma síntese desta acção, a qual precisa de ser continuada noutros pontos do ribeiro do Vale de Santarém.


https://youtu.be/dwa7tbIkCDU


A Coordenação do Movimento Ecologista do Vale de Santarém

Carlos Vieira-Francisco Nascimento Ferreira-Manuel João Sá 

Sem comentários:

Enviar um comentário